segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Reencontrar amig@s e festejar!

Independentemente de ser fim de ano ou tornar tal fato o momento apropriado para as famigeradas confraternizações, reencontrar amig@s é algo no mínimo gratificante e também deveras reconfortante, animador e essencial.

O fim de semana foi só de reencontros saudáveis para mim, saudáveis porque revi apenas pessoas que me fazem bem, nada daquelas criaturas que em algum momento de minha vida fizeram mal, fingindo fazer o contrário.

Não precisava disso, ninguém precisa de criaturas fingidoras de bondade, mas que realmente manipulam e destroem em troco de sabe-se lá o que, existem inúmeras hipóteses.

Contudo, devem-se saldar os reencontros benéficos, aqueles que nos fazem gostar de viver.

Foi o que aconteceu comigo neste fim de semana e que me fez ter vontade de escrever depois de tanto tempo.

Felicito @s amig@s sincer@s, desejando mantê-l@s próxim@s mesmo distantes, podendo esquecer todos os males feitos por criaturas abjetas presentes no dia a dia, pois sabendo que seres incrivelmente maravilhosos existem, posso aguentar momentos intragáveis e desesperantes tão comuns à minha atual existência.

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Anticristo - obra prima da misoginia

O novo filme de Lars von Trier comprova o que há muito eu suspeitava: a misoginia persistente do diretor.

Dessa vez ele se superou e realizou sua obra-prima, Anticristo se esforça bastante para comprovar a malignidade "existente" na essência de toda mulher, para corroborar seu pensamento discriminatório ele se utiliza nesse filme de textos medievais nas falas da personagem feminina fazendo com que se tenha uma visão distorcida do que aconteceu no período da inquisição por exemplo.

Outro aspecto que não enobrece em nada ser ele diretor e também escritor de Anticristo é que não há qualquer menção a isso, parecendo @s desavisad@s ser algo original.

Lars von Trier é polêmico e deve se sentir muito bem com isso, por mais que seu filme tenha sido considerado em Cannes por muit@s como afrontante, absurdo e desnecessário, é óbvio que isso gerou uma incrível atenção aumentando expressivamente a quantidade de pessoas que já o assistiram e ainda o assistirão, para se ter uma ideia pelo menos nesta primeira semana ele também (além da Fundaj, como de costume) está sendo exibido num Multiplex, no caso o do Shopping Recife, onde filme considerados "difíceis" não são "bem-vindos".

E este com certeza é um filme dificílimo, von Trier resolveu chocar em demasia, na minha opinião são apenas "enfeites" para que ele se realize manipulando, controlando, brincando de Deus. Trata-se com certeza de alguém com uma mente extremamente perturbada.

Por último, devo ressaltar que sua suposta qualidade como diretor também foi desmistificada.
Ele está cada vez mais repetitivo e facilmente advinhável, perdi a conta dos momentos nos quais de antemão eu já sabia o que iria acontecer ou o porquê de determinadas "charadas" que funcionariam como fatores de intrigante junção dos fatos, requerendo um repensamento de tudo que foi dito, visto, ouvido e feito. Nada disso adianta, é pura enganação.

Ou seja, filme dispensável ou muito pior servidor apenas de uma maneira ingrata e perigosa de tentar desqualificar a mulher fazendo dela um ser mal e vil.

Lars von Trier merece meu esquecimento e o limbo! E tenho dito.

domingo, 6 de setembro de 2009

Discurso Perfeito!

Foi este que o Presidente Lula pronunciou a pouco mais de 1 hora atrás.

Já não era sem tempo de deixar bem claro a importância da descoberta do pré-sal, estabelecer metas e tentar conscientar @s brasileir@s sobre a realidade dos fatos ao contrário dos deserviços que a grande imprensa vem prestando como sempre, sabotadora e entreguista que é.

Confesso que realmente me emocionou ouvir tudo que poderá ser feito, por meio de reservas naturais próprias que a maioria dos países sonham em ter. Agora resta saber se as "forças malignas" pertencentes não só ao quadro político brasileiro, mas também à elite e certos setores da imprensa irão permitir.

Pode-se esperar tudo daqueles que detém o poder há tanto tempo, como assim? tais recursos devem pertencer somente a eles, é assim que pensam.

Bem, esperar para ver o que acontece, mas sempre analisando tudo criticamente e tentando fazer com que o máximo de pessoas possam também perceber as reais intenções calculamente camufladas.

Parabéns Presidente!

sábado, 5 de setembro de 2009

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

MADONNA - 51 anos ontem...

...e ela comemorou do sábado para o domingo na cidade de Warsaw, Polônia, onde estava de se apresentanto com sua turnê Sticky & Sweet que esteve em nosso País no fim do ano passado.

Segue link para vídeo no You Tube com direito aos parabéns em Polonês e agradecimentos da Diva: http://www.youtube.com/watch?v=v4mVcGFpwBU&feature=topvideos

sábado, 15 de agosto de 2009

Dietas, programas de exercícios, tudo online!

Sei muitíssimo bem que na net podemos encontrar tudo e um pouco mais, porém saber de modo subjetivo é uma coisa e comprovar praticando é outra.

Entre as diveras facilidades existentes descobri nessa última semana uma que me agradou demais. Um site totalmente voltado para quem quer e PRECISA (como eu) perder peso, sei que também exitem vários, mas fazendo a assinatura completa do programa descobri maravilhada que além das dietas e exercícios voltados para a massa corporal específica que preciso perder, ainda há várias outras "ferramentas" que ajudam nessa tarefa sórdida de fazer algo que não me dá muito prazer (comer de menos e praticar exercícios físicos cansativos demais)

Caso interesse a mais alguém, o link do site é este aqui:
http://www.minhavida.com.br/site/

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

A Garota Ideal: Simplesmente maravilhoso


Ontem finalmente assisti ao filme “A garota ideal” com Ryan Gosling.

Fazia tempo desde que soube de sua existência (o filme é de 2007) que me interessei em assisti-lo, por dois motivos centrais, o primeiro Ryan Gosling, ator que gosto demais, pois se trata de alguém verdadeiramente talentoso, se dedicando a cada papel de forma magnífica, fazendo-nos acreditar em personagens que cairiam facilmente no ridículo se realizados por tantos outros atores mais badalados e melhores pagos que ele.

De tais fatores surge o segundo motivo do meu interesse em ver este filme, o fato inusitado de alguém se relacionar completamente, afetivamente falando e não apenas, neste caso específico isso verdadeiramente nem acontece, sexualmente com uma boneca inflável, pois é isto que Lars Lindstrom faz quando chega à sua casa, por meio da internet, tal visita que o deixa veradeiramente feliz.

É lógico que se pode entender e imaginar diversos motivos para se ter um filme deveras tolo nas mãos, porém Craig Gillespie em seu filme de estreia, juntamente com o roteiro primoroso de Nancy Oliver (roteirista de A sete palmos) e o extremo talento já mencionado de seu ator principal, conseguiram realizar algo incrivelmente emocionante.

Ri em alguns momentos não posso negar, há situações cômicas, mas a maior parte do tempo a sensação era de choro contido, querendo realmente desabar em lágrimas pelo cinema, Meu Deus quanto exagero! Nem tanto, com o desenrolar da história já se consegue “enxergar” Bianca (a boneca inflável) com os olhos de Lars, o que acontece não só com o público, mas com todos os habitantes da pequena cidade em que ele mora, ao contrário do que se poderia imaginar.

Lars é um rapaz tímido, sensível e doce, tem um trabalho e mora na garagem da casa do irmão, possui “estranhos” hábitos como vestir diversas camisas e carregar no pescoço um cobertozinho de quando era criança, devido a diversas fobias, inclusive a de sentir dor ao ser tocado, Lars prefere se manter distante de tudo e tod@s, porém com a chegada de Bianca aos poucos toda a pequena comunidade vai tomando parte de sua vida, ao invés de tratá-lo como um anormal, as pessoas aceitam sua condição e passam a realizar e convidar Bianca para diversas atividades, como cortar o cabelo, ou “ler” para crianças doentes.


Apesar do irmão de Lars, Gus (Paul Schneider) ser o único a não se inserir totalmente em tal “fantasia”, sua esposa Karen (Emily Mortimer), principal responsável pelo delicado e sutil tratamento sugerido pela Dra Dagmar (Patricia Clarkson, excelente como de costume), sempre está disposta a intermediar certos conflitos e assim a família que resta a Lars também é inteiramente envolvida no convício com Bianca, durante as refeições, na hora de dormir, nos passeios e na doença também, pois Lars e Bianca atravessam juntos, todo um ciclo possível em um relacionamento e também me arrisco a dizer que em se tratando do que se denomina em Psicodrama de objeto intermediário, ou seja, algo que verdadeiramente ocupa lugar e papel de alguém, ele conclui com ela todas as etapas possíveis, incluindo o luto.

E é acompanhando esse relacionamento diverso tanto quanto cheio de significados, que encontramos a possibilidade de rever preconceitos e opiniões já formadas, se emocionando verdadeiramente quando a morte de Bianca está próxima.

O fato de se utilizar de algo inanimado como suporte para a convivência entre pessoas reais, nos faz perceber o quanto o ser humano pode se sentir ameaçado necessitando de subterfúgios inimagináveis por mentes supostamente normais.

A Garota Ideal é assim delicado tanto quando profundo, faz rir tanto quanto faz chorar, encanta tanto quanto perturba, ou seja, tudo que tudo deveria ser.

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

Interpretose jornalística

Curiosos fatos jornalísticos chamaram a minha atenção hoje pela manhã.

Para passar o tempo enquanto tomo meu café da manhã, costumo me sentar diante da TV por alguns minutos, troco de canais até que apareça algo menos ruim de assistir, sendo assim acabo algumas vezes vendo por falta total de opção as pseudo notícias veiculadas pelo “Bom” dia Brasil.

Confesso que perco meu tempo ouvindo certas barbaridades e cretinices ditas por Miriam Leitão e CIA, me impressiona o quanto de “ginástica” mental é gasta para distorcer todo tipo de acontecimento desde o mais tolo ao mais significante, a Miriam é uma expert no assunto, porém absolutamente tod@s @s repórteres daquela rede de TV têm tal tipo de comportamento, deve fazer parte dos pré-requisitos

Hoje algo muito peculiar aconteceu em duas reportagens diferentes, uma das hipóteses que passou pela minha cabeça foi: estão faltando argumentos e estão apelando...hehehe...

A primeira reportagem era sobre a ida do ex-presidente estadunidense Bill Clinton à Coréia do Norte que conseguiu trazer de volta aos EUA as jornalistas que lá estavam detidas desde março. Uma foto de Clinton ao lado do líder norte-coreano Kim Jong-il, foi o bastante para que o repórter constatasse o desagrado do ex-presidente em se deixar vencer politicamente, pois ele não estava sorrindo???????!!!!!!!! Preciso explicar mais???

E a outra sobre a “crise” do senado, crise essa criada pela própria imprensa cara-de-pau, Fernando Collor enquanto assistia ao discurso do Senador Pedro Simon, seu desafeto político, o observava de modo deveras intimidador, algo que comprova seus pensamentos nada amistosos em relação ao colega... :P

Aí me vem a pergunta: Não há mais sobre o que falar? Eu mesma respondo: Então é preciso desvendar formas de olhar, pensamentos obscuros e sorrisos esquecidos.

Sinceramente, interpretar sentimentos alheios já é deveras imprudente quando se trata da maneira psicanalítica de “cuidar” de pacientes em consultórios psicoterápicos, é algo que abre espaço para inúmeras divagações inusitadas, malucas e descabidas bem ao gosto d@s entusiastas Freudianos e muito pior é se utilizar de tal ferramenta sem nunca tê-la estudado de fato, interpretose jornalística é assim.

Tenho pena d@s que são enganad@s por tamanha “fabulosidade”.

quarta-feira, 29 de julho de 2009

No mundo de God of War


Pois é, minha iniciação no mundo dos games para jogar em Play Station foi de cara com o que dizem ser um dos melhores já feitos.

Sempre gostei de jogar, diferentemente do que costumam afirmar quando se trata de meninas ao dizer que jogos é uma preferência masculina, comigo nunca foi assim, lembro-me de matar aula para jogar fliperama na praça perto do colégio, lembro-me também da primeira vez que fui a um Shopping, foi com minha turma de escola num passeio, joguei contra os meninos e ganhei de todos, desde sempre foi assim.

O meu apelido preferido vem desse gosto pessoal, o “Super" com que grande parte d@s meus/minhas amig@s me chamam vem do Super Mario Bros, não porque eu gostasse deveras de jogá-lo, mas sim porque quando Danny e eu nos conhecemos por coincidência estava dando uma chance a ele para fazer parte de minha lista de preferidos, nunca aconteceu isso, mas o que restou de bom foi justamente a tal denominação com a qual Danny começou a me chamar e com o passar do tempo outras pessoas foram fazendo o mesmo, até se tornar comum.

Mas, enfim o fato é que God of War é massa, nunca tinha jogado com Play Station em minha vida até poucos meses atrás. Meu mô me ensinou a jogar e de primeira vez estavam lá, eu, o Play Station 2 e o 1º God of War, ahhhhhh...

O jogo é bem violento, o que me atrai, gosto de destruir coisas, há inúmeras tarefas a serem feitas, não deixando de lado a necessidade do raciocínio, muito pelo contrário, acompanhamos Kratos, um espartano com habilidades e poderes que vão sendo dados por Deuses como Atena, Poseidon, Afrodite, ele precisará destruir Ares, o Deus da Guerra, pois assim Atena lhe concederá o desejo de que esqueça todas as maldades e tristezas que sofreu em seu passado.

É basicamente isso, porém, eu não expliquei nem o mínimo do que é na realidade, chega a ser embasbacante, os cenários, os monstros que vão aparecendo, as formas de matá-los combinadas com a interatividade proporcionada pelo jogo, tudo isso faz com que não se queira parar mais de jogá-lo, dizem que o 2, é muito melhor e que o 3 é... ??? nem sei a palavra, talvez duas: simplesmente perfeito!

Então, totalmente imprescindível para quem aprecia jogos verdadeiramente desafiadores, não vai se arrepender.

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Não quero ver essas pessoas

Entra e sai de pessoas,
Quero paz
Esqueçam-se de mim
Não façam barulho
Cantando musiquinhas irritantes
ou ao andar com suas chaves dependuradas
anunciando suas chegadas...

Entra e sai de pessoas,
E não consigo pensar
A concentração sempre é quebrada
Requerem atenção
Cumprimentam
E eu tenho q sorrir?

Entra e sai de pessoas
Fico ansiosa e minha raiva vai crescendo
Não quero ver nenhuma dessas pessoas
Quero outras
Bonitas, inteligentes e cultas

Não quero ver essas pessoas
Quero outras
Ousadas, criativas e conscientes

Não quero ver essas pessoas
Quero simplesmente
as que amo, que admiro e que me
fazem sorrir por ser quem são!

sexta-feira, 10 de julho de 2009

Sobre Amizade

Amizade, sempre levei as minhas muitíssimo a sério, talvez em alguns casos muitíssimo até demais. Estou passando por um momento de evidentes e enormes modificações em minha vida, tod@s podemos mudar de opiniões, ratificar ou abandonar conceitos durante toda nossa vida, porém este momento para mim, ou seja, fim de dezembro de 2008 até a presente data tem sido verdadeiramente singular.

Pessoas nas quais eu poderia depositar confiança extrema sem qualquer tipo de limite, me decepcionaram da maneira mais ignóbil possível, contaminando minhas outras relações de amizade, o que foi muito ruim, já que me distanciei ao ponto de acreditar que nunca tive amig@s realmente e que era alguém sozinha, que não tinha com compartilhar absolutamente nada, sequer meus pensamentos.

Período péssimo esse, olhar em volta e só perceber descaso, complicações, dúvidas, não saber como se comportar e por esse motivo se afastar ainda mais, de repente, o grande baque: minha vida social terminou!

Nada de convites para sair, para ir ao cinema, para almoçar, para conversar, nada de telefonemas, de e-mails, nem scraps?! Realmente era o meu fim.

Percebi tudo isso, o quanto estava @s afastando, comecei a me incomodar cada vez mais, além de me sentir desamparada e sozinha.

Meus/Minhas amig@s são parte fundamental de minha vida. Sem amizade o que sobra? Amor sem amizade não existe, com a amizade vem a cumplicidade e pelo menos a esperança de ouvir daquela pessoa algo que consiga amenizar algo verdadeiramente aterrorizador.

Enfim, estou percebendo melhor os resultados de minhas atitudes e valorizando o que há de bom a ser valorizado, não superestimando quem de mim só merece o descaso, pois não soube lidar com algo tão importante e raro.

segunda-feira, 6 de julho de 2009

Amanhã é o dia da despedida!



Claro que sim, estou me referindo ao funeral do Rei do Pop, apesar de não haver escrito nada aqui até então sobre tal assunto e apesar de nunca ter sido sua fã, não posso negar que Michael Jackson também tenha feito parte de momentos significativos de minha vida e acredito que de uma grande parte das pessoas ao redor do mundo pelas inúmeras demonstrações de admiração e homenagens que estão sendo feitas a quase duas semanas desde sua morte.

Um dos momentos marcantes de minha vida que tem ligação direta com a música de Michael aconteceu aos meus 7 anos de idade, não é segredo até para o mundo mineral, como diz Mino Carta, o quanto a dança e dançar são importantes para mim e foi exatamente uma música dele a primeira que dancei, Don't stop get enough, olha aí o clipe:

http://www.youtube.com/watch?v=4_hz2am90Hk.

Lembro-me bem o quanto ela tocava naquele tempo nas rádios.

O outro momento aconteceu quando eu já era adulta, vez por outra passava algum documentário, entrevista com ele na TV, porém sinceramente nunca me interessei, mas, antes que mudasse de canal deu tempo para que eu escutasse algo primoroso, a explicação do que para ele era necessário saber para aprender a dançar, foi esta a pergunta que o entrevistador fez e ele transformou em palavras e gestos aquilo que eu sentia quando imaginava a resposta para algo desse tipo.

O que ele disse, foi algo mais ou menos assim em "tradução" livre minha:... dançar não se aprende olhando, decorando coreografias, seguindo passos marcados, para saber dançar você precisa permitir que a música leve você, deixá-la flui, entrar em você, primeiro ir subindo por seus pés, suas pernas, ir tomando conta de todo o seu corpo e deixar que o ritmo lhe conduza e aí você já estará dançando...

Nunca antes e nem depois ouvi alguém descrever tão bem o que é dançar de verdade, nisso Michael Jackson era realmente um gênio para mim!

Lá vem esse povo de direita

Juro, não agüento, é incrível como são previsíveis e irritantes, são sempre as mesmas frases, sempre as mesmas opiniões enfadonhas sem qualquer criatividade, tudo que acontece de ruim, lá estão os famigerad@s direitistas quais discos arranhados esquecidos e empoeirados a repetir como mantra para qualquer explicação: “a culpa é do PT”, antes “a culpa era dos Comunistas” e antes, confesso nem saber, pois eu ainda não era nascida.

Se a culpa em alguns dos casos é do PT, aqui representado por tudo aquilo que é taxado simploriamente de esquerda por tais mentes primitivas, não é o que está em questão, pois todos cometem erros, e o PT também, já que não deixa de fazer parte deste planeta, porém o fato é que parecem estar em eterna prontidão à espreita da menor falha, do mais bobo problema, para brandirem a plenos pulmões: tá vendo aí?

Ai ai, são desprezíveis, não sabem perder com estilo, não conseguem admitir a vitória e competência alheias... Pobres vermes, quando serão dignos de se tornarem Seres e deixarem a mera parvalhice de lado?

terça-feira, 30 de junho de 2009

E eu fui ver Hamlet com Wagner Moura...

... e foi muuuuuito bom!

Foi complicado achar ingressos quando pude comprar, isso já na sexta dia 26/06, retavam pouquíssimos lugares e apenas no balcão, mas pelo menos ainda havia para o dia 27/06 (sábado) quando seria o aniver dele.

Chegando ao Teatro e percebendo que não existia jeito de ver de onde eu estava sentada, acabei indo ficar nas escadas mesmo, muitas criaturas resolveram me imitar.

A peça realmente está deveras diferente do texto original de Shakespeare, porém não deixa de ser boa, e não só Wagner Moura está muito bem em cena, como @s outr@s atores e atrizes também.

Enfim, valeu a pena e ao final como era de se esperar, Wagner recebeu aplausos não só pelo trabalho apresentado como também por seus 33 anos de vida.

Os pontos contrários: muuuito tempo de peça e "fãs" que foram ver Wagner Moura/ator global e não Wagner Moura/ótimo ator, mas o que se pode esperar de certo tipo de pessoas? com certeza nada além do óbvio.

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Wagner Moura: Hamlet e 33 anos amanhã em Recife

Começa amanhã a turnê pelo Brasil da adaptação premiadíssima para a peça Hamlet de William Shakespeare, protagonizada, produzida e em parte traduzida pelo ótimo ator Wagner Moura.

Serão duas apresentações em Recife, amanhã dia 27/06 às 20h e domingo dia 28/06 às 19h, ambas no Teatro da UFPE.

Por uma feliz coincidência amanhã também será aniversário de Wagner Moura, ele completará 33 anos, tentarei assistir a essa apresentação, mas quem sabe se ainda há ingressos... Não faço ideia.

Enfim, algo realmente muito bom para se fazer em um fim de semana.

Blog Oficial do rapaz:
http://www.wagnermoura.blogger.com.br/

Parte da entrevista concedida à Revista Caros Amigos deste mês:
http://carosamigos.terra.com.br/

terça-feira, 16 de junho de 2009

O que o Brasil não lê... Mas o mundo vê e crê...

Deu na BBC Brasil e os blogs antenados (não estou falando deste aqui, que por enquanto está meio esquecido) estão repercutindo pela net...

O Presidente Lula encerrou sua visita à Genebra ovacionado pela plateia, apoiado em seu discurso em favor dos imigrantes pobres e criticou o modelo econômico neoliberal em defesa de um Estado forte.

E quanto à grande mídia sobre o que fala? Sinceramente nem quero saber.

Segue link da notícia:
http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2009/06/090615_lulagenebra_pu_ac.shtml

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Trabalho Trabalho Trabalho

Desânimo Desânimo Desânimo

Sem...

... Tempo Tempo Tempo

Sem...

...Energiiiiia

Imaginando...

... bobagens

e acreditando...

... nelas.

Tudo isso e outros tantos motivos quaisquer me fizeram deixar este blog esquecido por algum lugar insólito de minha cabeça e da internet, mas hoje aconteceu algo que me fez ter vontade de escrever, alguém deixou um comentário em uma postagem minha de janeiro do ano passado, pensei: nossa, né que alguém em algum momento ler esse troço mesmo!

E achei que perdi muito em deixar algo que gosto de lado, em poder saber de outra maneira o que outras pessoas pensam de coisas que comento e acho, há sempre uma troca boa, mesmo que os comentários são negativos.

Então, estou aqui, agora, até quando? Só o tempo ou nem isso...

sábado, 9 de maio de 2009

Finalmente!

Chega de Gilmar Mendes, o povo foi às ruas já que ele não vai...


http://www2.paulohenriqueamorim.com.br/?p=10162

quinta-feira, 7 de maio de 2009

Blogs da Mestra!

Há pouco tempo a Psicóloga Mônica Caluete, minha mestra querida, "habita" também pelos caminhos intangíveis da net, estou felicíssima com essa nova instância atingida, espero sempre poder ler e comentar suas postagens no mínimo acrescentadoras de experiências.

Sou suspeita para falar, mas é fato que a adoro, ela sabe...

Bem, seguem links:
http://monicacaluete.blogspot.com/

http://www.psicodrama-recife.blogspot.com/

quarta-feira, 1 de abril de 2009

Iron Maiden no Recife eu também fui!



Decidi de última hora, cheguei pertíssimo das 21, mas vi os caras, estava lá no meio de toda aquela gente ansiosa, fãs de carteirinha carimbada ao contrário de mim, porém não posso dizer de jeito nenhum que não gostei, muito pelo contrário, foi legal mesmo, o chão estava até tremendo... uau...

Tomara que Recife entre de vez nos circuitos dos grandes Shows, será que ainda é pedir demais?!

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

E o Oscar? Só posso dizer que: "Injustiça pouca é bobagem"...

... Será que Mickey Rourke não ganhou o Oscar de melhor ator por estar "estranho" demais?!

Sinceramente não dá para entender, o que será que alguém precisa realmente fazer para receber um prêmio desses?

Não quero dizer com isso que Sean Penn não mereça, muito pelo contrário, ele é ótimo ator, ainda não vi Milk, mas não é necessário para saber que com certeza ele deva ser premiado, porém o que dizer da perfeição com que Mickey Rourke desempenhou o papel de Randy "The Ram" Robinson? Quem assistiu sabe do que estou falando e quem ainda não viu, mas leva cinema tão a sério quanto eu, irá entender logo nos primeiros minutos de filme.

Mais sobre o Oscar e O Lutador depois...

domingo, 1 de fevereiro de 2009

Michael Shannon merece!

Para quem não sabe Michael Shannon é um ator talentosíssimo, teve sua estréia no teatro, fez diversos filmes, porém realmente obteve destaque em BUG (Possuídos aqui no Brasil) e sinceramente ele merece ganhar não só o famigerado Oscar, mas quaisquer outros prêmios.

Fui assistir ao mais recente filme de Kate Winlet e Leonardo DiCaprio Revolutionary Road (Foi apenas um sonho aqui no Brasil) é fato que os protagonistas, principalmente a Kate (O que não é novidade, ela é ótima atriz) estão ótimos, com certeza algo muito além de Titanic, não há comparação, porém Michael toma conta completamente das cenas em que aparece, é de uma veracidade ímpar, convence com folga no papel de um paciente psiquiátrico, o mais consciente de tod@s as personagens, vale salientar.

O filme não tem nada de "romanticozinho", é uma crítica aos relacionamentos, ao vazio de existir, ao ter que abdicar do que se quer e prefere unicamente pelos "caprichos" da sociedade capitalista, ele não chega a ir profundamente nessas questões e poderia ser muito melhor se seguisse por tal caminho, entretanto está acima da média, vale o ingresso.

Mas,voltando ao que realmente importa, entre conferir esse "Foi apenas um sonho" no cinema, ficaria sem dúvida com a alternativa de (re)assistir a Bug no vídeo, lá tem o Michael Shannon dando show de interpretação e a Ashley Judd que não deixa por menos.

E a Rock n' Roll Party foi...

... massa... Próximo sábado vai ser no Burburinho, dificilmente eu irei, mas quem puder e realmente quiser aproveitar uma ótima noite não se arrependerá se for conferir...

sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

E amanhã é dia de...

... Rock n' Roll Party... E eu vooooouuuuuuu!!! xD

Todo o último sábado do mês a festa acontece no Quintal do Lima e todo primeiro sábado no Burburinho, rola só o melhor do Rock...

Link da Comuni no Orkut:
http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=8854171

A galera está ansiosa e eu também!

Pôxa! Como eu escrevia...

Estava ainda há pouco relendo postagens do meu próprio blog, este aqui claro e deveras impressionada fiquei, como eu escrevia, praticamente todos os dias e tantos assuntos eu tinha a comentar, o que houve? Cadê a Elisangela criativa afinal? Sem tempo? Isso explica só parte do que está acontecendo, algo sugou minhas energias, surrupiou lentamente meus pensamentos, minhas vontades, minhas preferências, ultimamente não saio mais, não leio mais, não danço mais, não escuto mais músicas, nem filmes eu vejo direito...
Eu quero meu eu de volta, ele está perdido em algum lugar aqui por dentro, estou com medo de que esteja se esvaindo, não posso permitir que absolutamente nada arranque o que sou de mim!

quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

O Fórum Social Mundial começou...

...e eu estou aqui em Recife fazendo o que?

Sinceramente, como gostaria de estar lá, mas, infelizmente não é possível, além de não ter $, tenho que trabalhar, como é ruim ficar presa a algo que não se quer fazer, quando há algo mais importante acontecendo...

Enfim, seguem notícias atualizadas no seguinte link:
http://www.cartamaior.com.br/templates/index.cfm?alterarHomeAtual=1

sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

E aí?!

Sinceramente não sei. Estou sem tempo até para pensar em como estou, não sei de absolutamente nada do que está acontecendo em relação a nada.... Como diz Lula Queiroga em uma de suas músicas: Estou sem imagem e sem som!!!

Não sei quando isso ficará menos pior, porém não vejo a hora de voltar ao "normal"...

sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

Aos meus/minhas amigos(as)!

Aproveitando a lembrança de minha xará quanto a tal poema, resolvi colocá-lo aqui, já que retrata muito bem como meus/minhas amigos(as) são:

Loucos e Santos!


Escolho os meu amigos não pela cor da pele ou outro arquetípo qualquer, mas pela pulila do olhos
Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante.
A mim não interessam os bons de espíritos, nem os maus de hábitos.
Fico com os que fazem de mim louco e santo.
Deles não quero respostas, quero o meu avesso.
Que me tragam dúvidas e angústias e agüentem o que há de pior em mim.
Para isto só sendo louco. Quero os santos , para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças.
Escolho os meus amigos pela alma lavada e pela cara exposta.
Não quero só ombros e o colo, quero também sua maior alegria.
Amigo que não ri junto, não sabe sofrer junto.
Meus amigos são todos assim metade bobeira metade seriedade.
Não quero risos previsíveis, nem choros piedosos.
Quero amigos sérios que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, e lutem para que a fantasia não desapareça.
Não quero amigos adultos nem chatos.
Quero-os matade infância e outra metada velhice!
Crianças para que não esqueçam o valor do vento no nosso rosto; e velhos para que nunca tanham pressa.
Tenho amigos para saber quem sou.
Pois vendo os loucos e santos, bobos e sérios crianças e velhos nunca me esquecerei de que a ''normalidade'' é uma ilusão imbecil e estéril . . .

Oscar Wilde

Abraços e que 2009 seja muito melhor do que todos os anos que já se passaram...