quarta-feira, 2 de janeiro de 2008

Amy Winehouse anda me preocupando...


... e não é de hoje e sim desde que começaram a fazer aquela "brincadeira" de mal gosto sobre quando será a morte dela, quem adivinhar ganhará um ipod, que beleza isso, apostar a vida de alguém de maneira tão simples e funesta...

Bem, como todas e todos sabem, a citada moça provoca tantas controvérsias quanto elogios... histórias e estórias, são ouvidas, sabidas, lidas aos montes sobre sua persona, mas o que dizer de tudo isso?
Sinceramente não sei... acho Amy, ótima... que voz! tem talento de sobra, compõe suas próprias música, começou a tocar numa dupla que ela criou aos 10 anos com uma amiga (Juliette Ashby), aos 13 ganhou sua primeira guitarra. Ela tem agora 24 anos...

Unanimidade (nada burra viu 'seu' Nelson) em todas as listas de melhores álbuns desse ano que se foi... então eu mesma quis conferir... e gostei, nesse caso o mérito fica mesmo pela força que permeia de alguma forma suas canções, seja pela voz ou seja exatamente porque é como é: problemática, drogada, rebelde, cheia de tatoos e visual excêntrico... que mulher legal!

Alguns afirmam que ela tem bipolaridade e depressão, sim e daí?! que ela se cuidasse, eu também gostaria, mas ficar "zumbizando" pra ver o fim e ter o que falar em jornais que adoram escândalos só pode ser atitude de gente ridícula, no mínimo...

Bem, nem quero pensar nesse tipo de "gente"? Amy precisa fazer algo, está anoréxica e cada vez se drogando mais, porém seria muito legal se a deixassem em paz!

3 comentários:

Rosy disse...

Mais um dia...
Em breve mais um ano...
Depois, mais um século...
Mais um milênio...
Haja reticências...
(Luis Fernando Verissimo)

Rosy disse...

Este comentário é referente a "Novo Ano? velhas atitudes talvez!". Postei no local errado!!!

Anônimo disse...

Valeu Rosy, bjins...
Adorei as reticências...
Acho que de alguma forma sou feita delas... hehehe...

Elis...