sexta-feira, 14 de março de 2008

Para calar a boca dos idiotas hipócritas...

... como já disse mil vezes, em várias ocasiões, para "n" pessoas, estou farta dos hipócritas, imorais... Todo aquele ou aquela que é vil e que de dentro de sua vileza maldosa torna o viver das outras pessoas muito mais difícil.

Praticam violências de todos os tipos, em todos os âmbitos de maneira arbitrária e até assustadora, tudo que mais querem é enfraquecer ainda mais quem se deixar levar por qualquer motivo que seja.

Estar frágil psicologicamente nos torna vulneráveis à tais violências, sejam ela morais, psíquicas e/ou sexuais, enfim, há um emaranhado de opções que o agressor(a) se utiliza para invadir, machucar e principalmente INTIMIDAR...

Posso agora estar citando inúmeros casos, até mesmo muitos que aconteceram e ainda acontecem comigo mesma, porém, toda essa fúria descrita em palavras neste exato momento, está servindo para enaltecer mais uma vez "A coragem de Joanna", em um mundo digno, que priorizasse o respeito, o entendimento e que acolhesse de maneira honesta e adequada as dores "dos outros", não haveria frases e pensamentos como:

  • "Ela (Joanna) está fazendo isso (incriminado um agressor) só para chamar a atenção, já que ela não ganha mais medalhes e blá...blá...blá..."

  • "Ahhh isso é invenção dessa menina, coitadinho do treinador"...

  • "Ela é uma pessoa egoísta, porque não esperou que velassem o falecimento do tio, para que então falasse sobre seus problemas...

São tantos os episódios cretinos e são tantas as falas rídiculas, que realmente fica difícil de enumerá-las... Denunciar o(a) agressor(a) se tornou algo que 0(a) vitimiza em nossa sociedade.

Ao invés de serem tomadas as medidas cabíveis de punição, as pessoas preferem fechar os olhos e acreditar que tudo não passa de invenção, dentro dessa ótica distorcida e sórdida que nos cerca quem passa por qualquer processo de agressão, acaba se tornando algoz, é culpado (a) sempre, quem é denunciado(a) se torna a vítima...

Até quando isso será assim? eu me pergunto constantemente, nós mulheres somos as que mais sofremos (em termos de quantidade) com esse fatores... Se somos assediadas é porque permitimos, pedimos por isso, porque usamos esse ou aquele tipo de roupa. Argumentam de maneira imbecil e dão crédito a inverdades ou simplesmente a coisas que não convém e sequer esclarecem o fato de ser alvo de agressões... São subterfúgios utilizados que encontram eco na pior característica que uma "pessoa" pode ter: a desumanidade...

Para calar de vez a bocarra assombrosa dos idiotas, lidemos com fatos...

Segue link...

http://www.pernambuco.com/esportes/nota.asp?materia=2008314121018&assunto=219&onde=1

P.S. Desculpem pela forma dura de expor tal assunto, porém estou em um ponto de minha vida que não admito mais qualquer tipo de violência, sem medo de falar e bater de frente, só quero justiça, enfim ainda acredito nisso!!!

Nadando realmente contra a correnteza...

Um comentário:

Nilza disse...

PARABÉNS, Elis, por sua coragem para lutar!!
Beijos, Nilza.