segunda-feira, 29 de outubro de 2007

Anjos Exterminadores


Les Anges exterminateurs
(título original)

Anjos Exterminadores
(título em português)

Elenco: Frederic Van Den Driessche, Maroussia Dubreuil, Lise Bellynck, Marie Allan, Raphaële Godin, Margaret Zenou, Sophie Bonnet, Jeanne Cellard, Virginie Legeay, Estelle Galarme, Marine Danaux, Apolline Louis, François Négret

Direção: Jean-Claude Brisseau

Roteiro: Jean-Claude Brisseau

Duração: 100 min

Gênero: Drama

Este, fui ver no “escuro total”, não, não significa o escuro do cinema... piada sem graça, essa... hehehe...

Significa que estava em casa fazendo p*rra nenhuma, aí pensei... Porque não ligar para a Fundação (Fundaj) e saber o que está passando por lá... Ah tá, respondi para mim mesma, irei ligar...

Programação: 20h20, Anjos Exterminadores... Nossa, pensei... Que beleza isso, deve ser massa... E a cena que veio à minha mente? Confesso que foram literalmente Anjos com metralhadoras mandando bala em todos os humanos que encontrassem pela frente... hahaha... Isso seria ótimo para o exercício do meu sadismo... ohhh que doce!

Pois então, para ir ao cinema costumo sempre consultar alguns sites e/ou críticos que levo em consideração... Poucas são às vezes que não concordo com suas opiniões... Cinema é muito caro, para ir à toa... Sem noção do que se pode ver... Porém, com a Fundação dificilmente pode ocorrer esse problema... Acho que durante todo esse tempo que acompanho sua programação, o único filme realmente ruim que passou por lá foi DOM, adaptação para o cinema da Obra de Machado de Assis – Dom Casmurro (lembram-se disso? Arrrgh)...

Cheguei 8 min atrasada e isso foi péssimo, prejudicou o entendimento de todo o resto, alguns filmes conseguimos captar mesmo perdendo alguns minutos, mas esse aí?! Socorro... Até agora não me decidi se gostei ou não, e talvez nunca saiba... Talvez pudesse saber ameaçando Brisseau e fazendo com que ele mesmo me dissesse o que quis dizer com tudo aquilo...

Tô ‘falando’ demais e ‘dizendo’ nada... Estão vendo como é complicado! Acho até que é mais fácil para eu escrever sobre Irreversível, por exemplo.

Bom, se trata de mulheres completamente nuas se masturbando, se acariciando, fazendo sexo mesmo e muito... Com que objetivo? Um cineasta François (interpretado por Frederic Van Den Driessche) está procurando atrizes para seu novo projeto, ou seja, mostrar a sexualidade feminina sem ressalvas e interferências, para que isso ocorra, ele faz vários testes apenas observando tais intimidades...

Consta que Brisseau, o Diretor e Roteirista do filme, passou por algo parecido ao filmar “Coisas Secretas” de 2002, foi acusado de assédio sexual pelas atrizes que tiveram de fazer testes em que se masturbavam, algo que ele alegou ser indispensável para a construção de seu filme, entretanto continuou realizando tais “testes” mesmo após ter finalizado o processo de escolha e contratação do elenco.

Ele se defende claramente neste filme, quando tenta passar a visão (verdadeira, vale salientar) de que o sexo, sempre é tratado de maneira hipócrita, cheia de tabus e ainda mais quando se trata da sexualidade feminina, até aí tudo muitíssimo bom...

Mas, será que essa era a verdadeira intenção de Brisseau? ... O tal cineasta do filme, era em alguns momentos ou senão em todos “enxergado” pelas moças como um “pai”, aí caímos no perigoso campo do incesto...

Todos meio que enlouqueceram com o processo e cousas muito ‘lôcas’ acontecem, uma voz que vem de algum lugar parecido com um rádio, mandando certas mensagens subliminares e blá... Tem a avó do cara que aparece no começo e depois... Nem vou explicar tudo, pois assim fica muito chato para quem quiser ver por si...

Os tais anjos do título são na verdade dois (duas mulheres no caso) anjos decaídos que interferem na história...

No mínimo, para quem é voyeur é interessante!

Um comentário:

Fadinha dos Dentes disse...

Eheheheheheheheheheheheheheheheheheheheheheheheheheheheheheheheheheheheheheheheheeeeeeeeeeeeeeeeh